Acolhimento garante a segurança da população em situação de rua

A Prefeitura de Monte Alto iniciou, na noite de segunda-feira, dia 23 de março, o acolhimento dos moradores em situação de rua do município.

O trabalho envolveu diversos departamentos como o Fundo Social de Solidariedade e as Secretarias de Assistência Social, Saúde, Educação, Segurança Pública, Esporte e Lazer, Desenvolvimento Econômico e Marketing, e Infraestrutura e Serviços Públicos.

Como grandes aliados, a primeira-dama e presidente do FSS, Lu Alexandre, conta com os membros da instituição Irmãos Samaritanos que, diariamente, trabalha fornecendo não apenas alimentação aos montealtenses necessitados, como também apoio em um momento de dificuldade financeira ou familiar.

O antigo prédio do SESI foi escolhido para o trabalho, por já ser utilizado pelos Irmãos Samaritanos na entrega de jantar todos os dias. A equipe do Departamento de Serviços Públicos, na manhã de segunda-feira (23), fez a limpeza do local e possibilitou que fossem levados os colchões, mantas e demais itens necessários para o início do acolhimento.

Na primeira noite, cinco homens em situação de rua se aproximaram e receberam as orientações, tomaram banho e receberam a refeição. Cada um ficou com sua toalha e kit de higiene individuais contendo shampoo, pente de cabelo, sabonete, esponja de banho, escova e pasta dental.

Até o almoço de quinta-feira, 26 de março, as cinco pessoas ingressas no acolhimento permaneciam, além de duas que entraram para passarem a noite anterior. Um optou, após o almoço, em deixar o local e, atualmente, são seis homens com suas difíceis histórias.

Apoio da comunidade é fundamental

Doações também tornaram este início mais tranquilo, incluindo uma caixa com produtos de limpeza, fornecido por Regiane Guidi, representante da Kit Lar e a instalação da antena por Luis Pierre, possibilitando que os participantes do projeto tivessem acesso ao entretenimento e às informações da televisão. Junto às conversas com assistente social pela manhã e com os voluntários à noite, elementos cuidam da saúde mental desta população de risco, enquanto profissionais garantem que tenham a saúde física em ordem.

Em seguida, a loja Última Hora Roupa de Festa entregou diversas máscaras de proteção, feitas em TNT duplo. O Bloco Oito Furo & Camarão e a Casa da Amizade, do Rotary Club, enviaram alimentos. Aos poucos, novas doações chegam ao Fundo Social de Solidariedade e são destinadas ao abrigo. Roupas, alimentos, produtos de higiene… tudo é aproveitado de alguma forma.

A população pode colaborar, encaminhando suas doações ao FSS (ao lado do Centro de Convivência da Melhor Idade – Turcão 1), das 7 às 16 horas. O telefone para maiores informações é (16) 3242-1069.