Atendimento de queixas respiratórias passará por mudanças

Pronto Socorro Municipal passa a ser o local de atendimento, inclusive de suspeitas de Covid-19. Atendimentos nas unidades de saúde voltam, mas agendados.

A partir do dia 1º de maio, sexta-feira, pacientes com queixas respiratórias, incluindo suspeitas de Covid-19, o novo coronavírus, devem procurar o Pronto Socorro Municipal.

A UBS “Dr. Roberto da Rocha Leão”, que atendia este público e ficará ativa até esta mudança, passará por limpeza completa até o dia 3 de maio, preparando-se para o retorno de atendimento da comunidade.

Todas as unidades de saúde regressam com seu atendimento, mas somente por agendamento. Segundo a Secretaria de Saúde, outras medidas serão tomadas para a contenção da Covid-19. “Serão agendados apenas quatro pacientes por hora e o ingresso às unidades será somente com máscara de proteção. Vamos distribuir o item nas unidades, para a população que não possui”, explica Sueli Melo, secretária do departamento.

Pronto Socorro amplia atendimento de suspeitas de coronavírus

Na UBS “Dr. Roberto da Rocha Leão”, o atendimento de pacientes com suspeita de Covid-19 era realizado das 7 horas à meia noite.

Com a mudança da estrutura para o Pronto Socorro Municipal, o serviço passa a ser 24 horas. O prédio está sendo adaptado para o atendimento separado e individualizado.

“Os pacientes recebem máscara de proteção logo na entrada. Caso o munícipe entre com queixa respiratória, é encaminhado para uma ala com médico e enfermaria, inclusive com sala de urgência separada”, explicou Sueli.

O motivo principal que levou Prefeitura a adotar mudanças foi o fato de agentes comunitários de saúde, ao longo de suas visitas, depararem-se com alguns pacientes hipertensos ou diabéticos instáveis, devido à falta de acompanhamento.

Portanto, o atendimento de pacientes crônicos retorna gradativamente, a partir do dia 4 de maio, evitando complicações de saúde e evitando que venham necessitar de leitos de UTI.