Com caso suspeito de sarampo na cidade, Saúde emite alerta

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, emitiu comunicado à população na manhã desta quarta-feira (31), informando sobre caso suspeito de sarampo em Monte Alto.

Segundo o departamento, o registro foi feito na semana passada, além de casos já confirmados e outros suspeitos na região de Ribeirão Preto.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa, pode levar a óbito e volta a assustar o Brasil, após ser praticamente erradicada em 2016. Desde 2018, novos casos têm surgido no mundo, graças à diminuição de cobertura de vacinação.

Apesar de existir uma vacina segura e barata contra a doença, o sarampo ainda causa mais de 100 mil mortes por ano no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O vírus é transmitido da mesma forma que a gripe, de pessoa para pessoa, através do contato. Os sintomas mais comuns são a tosse persistente, corrimento no nariz, irritação nos olhos, mal-estar, febre, conjuntivite, convulsões, perda do apetite e manchas brancas dentro da bochecha.

Embora a doença não tenha um tratamento específico, o acompanhamento médico, ingestão de líquidos e o controle da febre são importantes para evitar complicações, como a meningite e a pneumonia.

“Se o munícipe não souber se já tomou a vacina, devido a falta de registro na infância, deve se vacinar mesmo assim, pois uma dose adicional não geral qualquer risco à saúde”, informa a diretora da Vigilância Sanitária e Epidemiológica, Micheli Deolindo Neves. “A vacina faz parte da tríplice viral, que previne contra o sarampo, caxumba e rubéola, estando disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde”, finalizou.

A vacina é contraindicada para mulheres grávidas, pessoas que receberam transplante ou que estejam com o sistema imunológico deprimido. Pessoas acima de 60 anos devem consultar um médico.