Estudo de microdrenagem aponta pontos críticos no sistema de captação de águas pluviais

Em setembro do ano passado, a Prefeitura de Monte Alto anunciou, através do Programa Município VerdeAzul, a elaboração de estudo de microdrenagem na cidade. O projeto já havia sido aprovado pela Fundo Estadual de Recursos Hídricos – FEHIDRO, e a licitação estava em fase de conclusão.

Em fevereiro deste ano, a empresa Hiper Ambiental, vencedora do processo licitatório, entregou o estudo finalizado. Em documento de 310 páginas, assinado pelo engenheiro civil Daniel Zapaterra Pavarin, de São José do Rio Preto (SP), os profissionais elencam dados colhidos nas áreas urbana e rural de Monte Alto, incluindo aspectos geológicos e climáticos.

Outro aspecto importante levantado pelo estudo foi a planta de microbacias urbanas, que analisa todas as tubulações presentes no município e como elas compõem o sistema. Uma preocupação, principalmente na área central de Monte Alto, é a idade do sistema. Já em loteamentos mais novos, o sistema é considerado suficiente.

Na área urbana, são ao todo 798 bocas de lobo simples, 550 bocas de lobo duplas, 113 triplas, 15 quadruplas e 1 sextupla. Monte Alto conta ainda com 422 poços de visita, 87 dissipadores de energia, 23 caixas de passagem e quase 38 quilômetros de tubos principais.

O relatório dividiu o município em 138 microbacias, apresentando detalhamentos de cada uma e relatório fotográfico, apresentando problemas como obstrução de bocas de lobo ou construções inapropriadas.

Após a conclusão da primeira etapa da Elaboração de Estudos e Projetos de Microdrenagem, o próximo relatório apresentará soluções, inclusive com orçamentos/custo para sanar problemas encontrados na microdrenagem urbana. Segundo o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Tadeu Veronezi Nunes, isso colabora no desenvolvimento de projetos de pontes, travessias e galerias, minimizando impactos que fortes chuvas possam ocasionar. Aquilo que for de baixo custo será feito imediatamente, já as obras mais onerosas serão pleiteadas junto aos Governos Federal e Estadual.