Monte Alto inicia discussão para criação de plano para recuperação ambiental

O Teatro de Monte Alto recebeu, na noite de terça-feira (5), a doutora em agronomia Eloiza Santana Seixas, que apresentou o Plano Municipal de Recuperação de Mata Atlântica e Cerrado.

Participaram da audiência o prefeito João Paulo Rodrigues; os vereadores Donizete Morelli, Maria Helena Rettondini e Prof. Thiago Cetroni; o interlocutor do Programa Município Verde Azul, Tadeu Veronezi Nunes; membros do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Monte Alto – COMDEMA e munícipes. O evento também serviu como reunião extraordinária do conselho, que deverá discutir o assunto nos próximos encontros e emitir parecer sobre o plano.

A responsável pelo estudo iniciou apresentando um breve histórico do município e suas características econômicas e sociais. Em seguida, abordou aspectos ambientais e climáticos com a ajuda de mapas, apontando nascentes, atuais áreas de preservação.

Segundo a Lei da Mata Atlântica (11.428/06), os municípios podem atuar proativamente na defesa e recuperação da vegetação nativa e o plano deve conter o diagnóstico, mapeamento dos remanescentes, indicação dos principais vetores de desmatamento ou destruição da vegetação nativa, áreas prioritárias para conservação, recuperação dos locais e ações preventivas.

Dividido em quatro etapas, o Plano Municipal será organizado, elaborado, aprovado e implementado. Nesta primeira fase, já iniciada, equipes serão formadas para a realização de atividades, com participação de entidades defensoras do meio ambiente, integrantes da administração municipal e profissionais do departamento de engenharia rural da Unesp Jaboticabal.

Ao término da apresentação, dúvidas foram sanadas, com grande participação do prefeito João Paulo Rodrigues no debate, agrônomo conhecedor do assunto graças a sua experiência na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente e durante mais de uma década à frente do Sindicato Rural.

O arquivo pode ser baixado aqui: PLANO-MATA-ATLANTICA-E-CERRADO.pdf

Curso online e gratuito

O Programa Município Verde Azul, em parceria com a Associação Nacional dos Órgãos Municipais e Meio Ambiente (ANAMMA) e da ONU Meio Ambiente, abriu vagas para o curso online e gratuito “Fortalecendo os Conselhos Municipais de Meio Ambiente por meio dos Planos Municipais de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica – PMMA”.

O curso, direcionado aos técnicos das prefeituras, membros dos conselhos de meio ambiente municipais, organizações de apoio à gestão municipal e munícipes, é dividido em 5 turmas com 800 vagas cada, separadas em blocos por estados. Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro estão no bloco 2, com início em 8 de junho e término em 20 de agosto.

As inscrições também são gratuitas e podem ser feitas no site www.pmma.etc.br.

Compartilhe