Primeira edição de Festival de Inverno em Monte Alto é um sucesso

Durante a última semana, foi realizado pela primeira vez em Monte Alto, o Festival Musical de Inverno, o “Acordes de Inverno”, como foi chamado. O evento é uma realização da Prefeitura Municipal através da Secretaria de Turismo e Cultura. O festival aconteceu todas às noites, na Praça Central, gratuitamente. O local recebeu também, a partir da quinta-feira, foodtrucks da região com opções de lanches, sorvetes, churrasco, fondue, macarrão e comidas orientais. A apresentação das bandas ficou com Júlio Santos, popular Julião Punk.

Idealizado pela secretária de Turismo e Cultura, Cida Constâncio e pela diretora do Conservatório Musical “Maestro Mário Veneri”, Gislaine Sena Felipe, e também apoiado pelo prefeito João Paulo Rodrigues, o evento começou na segunda-feira (15) e foi até a sexta-feira (19) com shows de diversas bandas musicais, sendo elas a Orquestra Municipal do Conservatório Musical de Monte Alto; o Grupo de Chorinho “Choramingando”, também do Conservatório Musical; a Banda Musical de Monte Alto; a Corporação Musical Gomes e Puccini, de Jaboticabal; a Banda Municipal “Maestro José Antônio Marin”, da cidade de Taquaritinga; a Banda Ramona Death, de Taquaritinga; e a Banda Vitrola 33, de Monte Alto.

Já no sábado, como programado, começou o Concurso de Bandas do Festival, que objetivou dar visibilidade às bandas independentes, com atenção especial para grupos da região.

A mesa do júri foi composta pelo maestro de Banda de Monte Alto, Lucas Bahia Ferreira; Murilo da Silva, músico e proprietário do Estúdio Murilão Mix Audiovisual de Som e Iluminação; Ferry Mattheus, músico e educador musical; Ulisses Zangerolami, representando a Secretaria de Turismo e Cultura; a vereadora Maria do Carmo Irochi Coelho, representando a Câmara Municipal. Esteve presente, no sábado, o jornalista Luiz Felipe Nunes, representando a imprensa da cidade e, no domingo, também representando a imprensa, o radialista Roger Viana.

 Na disputa, os jurados escolheram entre Gustavo Forte (Jaboticabal), Banda Guitteria (Cândido Rodrigues), Banda Anyl (Jaboticabal), Banda Pretexto para Beber (São Carlos), Banda Erik Prado (Jaboticabal) e Banda Burn Incorporated (Monte Alto).

O primeiro lugar, com o prêmio de R$ 1000, foi para a banda de rock-metal Burn Incorporated, formada pelo jovem baterista Vincenzo Nuciteli e pelos irmãos Gabriel Alonso, na guitarra e Raphael Alonso, no baixo. Em 2018, o grupo lançou o EP “Supernova” com quatro canções originais. Na final do festival, o grupo tocou a música autoral que dá nome ao álbum.

O segundo lugar, com o prêmio de R$ 500, foi conquistado pela banda da nova MPB, Gustavo Forte, que está na estrada há 7 anos, formada pelos integrantes Gustavo forte, na voz e violão; Caio Rodrigues, no violão e backing vocal; Giordano, na guitarra; Danilo, no teclado e Poliana Costa, na bateria. A banda tocou a música autoral “Eu sei amar”.

O terceiro lugar, levando o prêmio de R$ 300, foi da banda Erik Prado, com uma temática cristã e um estilo rock soul gospel, formada pelos integrantes Erik Prado, na voz e violão; Jefferson Nascimento, no baixo, Fábio Figueiredo, no teclado, Vander Rocha, na guitarra e Igor Rodrigues, na bateria. Na final, a banda cantou “Rosas da paz”, canção autoral. O quarto lugar foi conquistado pela banda Guitteria e o quinto, pela banda Anyl.

O prêmio de melhor instrumentista foi para o baterista Vincenzo Nuciteli, integrante da Burn Comporated.

O Festival teve como colaboradores e patrocinadores, a Cervejaria Maltvs, Hidrosol Poços Semi Artesianos, Líder Som, Estúdio Murilão Mix e a loja de instrumentos musicais de Ribeirão Preto, Guittar Music.