Emancipação política do município é celebrada em seu 123º aniversário

Mantendo a tradição do primeiro ano da atual Gestão Municipal, colaboradores da Prefeitura, vereadores, alunos de escolas de Monte Alto e munícipes estiveram, na manhã de 8 de fevereiro, celebrando o aniversário de emancipação política de Monte Alto.

A introdução e o encerramento do evento contaram com o talento dos músicos do Conservatório Musical Municipal “Maestro Mario Veneri”, Jonatas Consoni, Diego Honorato, Elton Calsinoni e Leonardo Fogaça.

As autoridades presentes tomaram lugar próximo às bandeiras, entre elas o prefeito João Paulo Rodrigues, a primeira-dama Luciana Alexandre, os vereadores Baltazar Garcia, Donizete Morelli, João Augusto Picolo, Maria do Carmo Irochi Coelho, Maria Helena Rettondini, Murilo Jácomo, Thiago Cetroni e, por fim, o ex-prefeito Dr. Elias Bahdur.

O diretor de Indústria, Comércio, Turismo e Marketing, Rogério Menani, iniciou a celebração apresentando o histórico que levou Monte Alto a deixar de ser um distrito da cidade de Jaboticabal, em 8 de fevereiro de 1886. O evento foi marcado para as 9 horas, mesmo horário da primeira sessão ordinária da Câmara Municipal de Monte Alto, que marcou o início do município.

Em seguida, autoridades foram convidadas para o hasteamento das bandeiras: o presidente da Câmara Municipal, vereador Baltazar Garcia; a vereadora Maria do Carmo Irochi Coelho e o prefeito João Paulo Rodrigues, que convidou a vereadora Maria Helena Rettondini para que fizesse as honras.

Os Hinos Nacional e de Monte Alto contaram com a participação dos alunos e representantes das escolas Anglo Visão, Deodoro Arruda Campos, COC Professora Maria Eugênia, E.E. Dr. Luiz Zacharias de Lima e E.E. Jeremias de Paula Eduardo.

Em seus comentários, o presidente da Câmara Municipal de Monte Alto, Baltazar Garcia, falou sobre a importância da data para o reconhecimento dos moradores enquanto munícipes e a busca pelo desenvolvimento.

O prefeito João Paulo Rodrigues agradeceu a disposição das crianças em mais esta celebração cívica, assim como os colaboradores municipais, efetivos e comissionados. Finalizando, enalteceu que a comemoração desta data se perpetue. “Que possamos sempre lembrar reverenciar nossos antepassados e, ao olhar para trás, que nos orgulhemos das pessoas que escreveram esta história e as pessoas que fomos”.